Simplicidade


Jesus se deliciava na simplicidade absoluta de sua mensagem.

(extraído do livro "Gestão de pessoas segundo Jesus")


Ele assumia que não estava interessado em aplacar as dúvidas intelectuais de seus críticos.

Seu interesse era apenas em atrair as pessoas para um lugar de devoção simples. Para alcançar esse objetivo, ele desprezou abertamente a teologia vazia de sua época.

Os líderes religiosos oficiais estavam impregnados de tradições e rituais enfadonhos que pensavam ser responsáveis pela promoção de intimidade com Deus e integridade espiritual. Eles eram orgulhosos de seus recordes no cumprimento das leis mais difíceis.

Jesus não perdeu muito tempo para falar a eles como estavam perdendo tempo. Em particular, durante um momento intenso de forte denúncia, Jesus classificou os escribas e os fariseus como “sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente

estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia” (Mt 23:27). Em muitas ocasiões, ele proclamou que aqueles regulamentos complicados dos líderes religiosos não levavam a nada além de morte e vazio. Ele alertou várias vezes seus seguidores a buscar aquilo que podia

realmente promover a realização pessoal: somente fé.
O que funciona com Jesus funciona também na sala de aula, na reunião de diretores de uma empresa ou no galpão de produção, mesmo tratando-se de uma cultura profissional complicada.

Tentar impressionar as outras pessoas com seu intelecto superior ou com planos de metas detalhados em seu trabalho não faz de você necessariamente alguém mais valioso ou produtivo em termos interpessoais. Na verdade, isso tudo é apenas uma substituição inadequada daquilo que gera eficiência de fato: simplicidade pura como a de uma criança.
Seus dias são repletos de pessoas, agendas, prazos e acontecimentos que levam você a se sentir emaranhado numa teia de complexidade.
Se seu objetivo é mostrar que é uma pessoa boa, ou apenas aparentar ser uma pessoa boa diante dos outros, então se enredar nessa teia é interessante para alcançar seus propósitos.

Mas se a sua meta é ser eficiente no trato com as pessoas e prosseguir na direção da verdadeira essência do sucesso, nada supera a simplicidade de pensamentos, de palavras e de ações.

Faça com que suas palavras e suas ações sejam uma sinfonia de simplicidade.

Jesus simplificou tudo