Distante

Estou tão distante, tão distante, que nem lembro do que é que estou distante.
O que na verdade se faz mentira, senão não estaria aqui, escrevendo, para que aquilo do que me distanciei leia e pense que eu nem lembro.
O que se faz gritante, uma vez que se faz uma ação pensada e carregada de auto exposição.
Eu quero que se queira que eu não esqueça. Não quero que queiram que eu deixe de querer. Só que eu queria não querer.